Apartamentos com valor abaixo de R$ 100 mil desaparecem em BH em 2010


Mesmo com o bom desempenho do setor imobiliário em 2010, os interessados em adquirir um apartamento novo em Belo Horizonte no ano passado encontraram um mercado caro, apesar do aumento das ofertas. É o que revela uma pesquisa realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Ipead/UFMG) e divulgada nesta quinta-feira pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil de Minas Gerais (Sinduscon-MG).

Segundo os dados da pesquisa, o número de apartamento vendidos na capital mineira foi de 6,2 mil unidades, uma queda de 50 unidade registrada nas vendas do ano anterior. Mesmo com a pequena queda, o destaque ficou para as vendas de apartamento abaixo de R$ 100 mil, que caiu 99,82% no ano passado, na comparação com 2009. De acordo com o levantamento, em 2010 foram vendidas apenas três unidades nessa faixa de valor, comparados aos quase 1,7 mil negociadas no ano anterior.

O maior aumento nas vendas foi dos imóveis valendo entre R$ 250 mil e R$ 500 mil, com crescimento de 45,38% na mesma comparação. Em seguida estão os apartamento com valor acima de R$ 500 mil, com alta de 37,71%. Na avaliação dos especialistas do Ipead, o aumento no faturamento do setor imobiliário e o aumento na oferta de crédito para os consumidores na economia foi responsável pelo desaparecimento dos imóveis de baixo custo na capital.

O número de apartamento lançados no mercado no ano teve o melhor desempenho, desde 1995, com 5.792 novas unidades ofertadas. O pior desempenho do mercado imobiliário no lançamento de novos imóveis foi em 2005, quando foram oferecidos somente 1.298 unidade em Belo Horizonte.

Classe média em alta

O bairros considerados de classe média pelo instituto foram os que mais atraíram os consumidores, com crescimento de 108% nas vendas e um crescimento na oferta impressionante de mais de 10.500%. Já o número de unidades vendidas em bairros populares no ano passado caiu quase 25%, informou o Ipead. Mas a queda não se destaca somente nos bairro mais humildes. Nas regiões luxuosas de BH, houve queda nas vendas de quase 30% no período.

O bairro Castelo, na tradicional Região da Pampulha, apresentou o melhor desempenho nas vendas de apartamentos novos no ano passado, com 1,213 mil unidades negociadas. O bairro Buritis, na Região Oeste, seguiu a tendência dos bairros de classe média e apresentou o segundo melhor desempenhos nas vendas no período, com 632 unidades negociadas.

Na planta

O número de apartamentos vendidos ainda na planta apresentaram crescimento em 2010 de 9,26%, na comparação com o ano anterior. Já as unidades ainda em construção, que possuem o maior número de negociações, apresentaram queda de 24,17% nas vendas do período.

Anúncios

Nos ajude a fazer o melhor. Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s