Palavras que ditam nosso rumo…


Você já parou para refletir sobre o impacto das palavras em nossa vida? A sociedade em que vivemos tende a aderir e até acentuar o lado negativo de certas palavras e, como se não bastasse, não raro, ignorando o lado bom delas. O resultado é que sofremos desnecessariamente e, muitas vezes, nos privamos de viver momentos felizes.

Veja, por exemplo, a palavra alarme. Se formos pesquisar no dicionário encontraremos algo do tipo: “derivado do italiano all‘arme, significa o brado às armas ou rebate. Sinal para dar aviso de algum perigo, confusão, comoção ou tumulto. Termo para indicar susto, sobressalto, inquietação…”. Ora, se você está no vigésimo andar do edifício e toca o alarme de incêndio o que acontece? Provavelmente, você ficará muito assustado e buscará a saída mais próxima.

Caso esteja em um cruzeiro no meio do Atlântico e durante o jantar soa o alarme, até você tomar consciência da real situação, provavelmente, ficará muito perturbado e não vai querer mais apreciar o cardápio. Imagine-se caminhando pela calçada e ouve o alarme do banco no outro lado da rua. O que você faria? Provavelmente, buscaria um lugar seguro para avaliar melhor a situação. A última coisa que iria querer é se tornar uma vítima, não é?

O que fica registrado em sua mente é que o som do alarme significa perigo. Então, vamos imaginar que você precise acordar cedo todos os dias e seja do tipo que tem dificuldade de levantar-se da cama. O que fará para não correr o risco de dormir além do limite? Provavelmente, colocará o despertador para acordá-lo. Daí, quando chegar o horário programado o que acontecerá? O alarme soará e, sem que você se dê conta, acordará agitado, tenso, preocupado, como se algo ruim fosse acontecer, afinal de contas, a sua mente registrou medo, ansiedade ou apreensão ao ouvir o som do alarme.

No entanto, o alarme do relógio é um bom sinal para você, pois significa que tem algo importante para realizar, como por exemplo, ir para o trabalho, escola, exercitar-se ou um monte de coisas legais. Na verdade, o dia que amanhece lhe dá a chance de fazer dele o que bem entender. Mas é com esse espírito de otimismo que você se sente ao ouvir o alarme do relógio pela manhã? Aposto que, na maior parte das ocasiões, não.

O que fazer, então, para inverter a situação e ver, por exemplo, oportunidade, sucesso e felicidade ao invés de medo, desespero e perturbação? Uma boa dica será mudar o som do alarme para uma música agradável que lhe transmita paz e entusiasmo. Daí, você acordará com a mente direcionada para a paz, bem-estar, realização…

O mesmo ocorre com outras palavras, cores, símbolos, cheiros, sons, paladar etc. Então, sugiro que você assimile o lado bom das situações e ajude a mente a construir o seu sucesso, pois já dizia John Kennedy: “Nunca devemos esquecer que a maior valorização é não proferir palavras, mas viver por elas.”

Pense nisso e ótima semana.

Texto de Evaldo Costa. Escritor, consultor, conferencista e professor. Site: http://www.evaldocosta.com.

Anúncios

Nos ajude a fazer o melhor. Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s