Mercado de imóveis sente falta de profissionais qualificados para a função


No mercado imobiliário de Belo Horizonte e região metropolitana, existem cerca de 6.000 corretores de imóveis e há mais 2.000 vagas abertas. Os números do diretor-secretário do Conselho Regional dos Corretores Imobiliários (Creci-MG), Vinícius Ângelo Araújo, mostram o momento de explosão do mercado imobiliário e a falta de mão de obra, principalmente a qualificada, que chega a ganhar até R$ 40 mil mensais. “Sobram vagas. Hoje, o mercado absorve mais corretores”, diz.

Ele explica que a renda mensal do corretor vai depender de seu desempenho e do poder de negociação. O profissional da área recebe comissões sobre as vendas. “Eu conheço corretores com pouquíssimo tempo de profissão que hoje têm salários bastante expressivos, acima de R$ 20 mil, como tem corretores com muito tempo de mercado que ganham pouco. Tudo depende do envolvimento dele com o trabalho”, observou o especialista, para quem o sucesso de um profissional se faz no conjunto de detalhes.

É o caso da corretora da Gribel Pactual Marina Munhoz, que ganhou R$ 25 mil em dezembro, com a venda de quatro apartamentos de R$ 800 mil. Com curso superior de cuidador de idosos, Marina migrou para a corretagem de imóveis há três anos. “Sempre gostei de independência, faço horário, salário, sempre com o objetivo de vender todo mês”, conta sobre sua rotina.

Adversidades
No primeiro ano de profissão, Marina registrou uma receita de R$ 40 mil. Mas agora, os tempos são outros. Ela já vendeu apartamento de R$ 1,2 milhão, com comissão de 0,8%. “Construí uma casa e comprei um carro. Antes dessa profissão, eu não tinha nada. Morava com minha mãe”, lembra.

Mas a atividade tem adversidades. “O corretor entra e vê todo mundo ganhando dinheiro, mas não é bem assim, a gente também ouve muito não”, explica Marina que, no futuro, quer comprar apartamentos na planta para depois revendê-los na entrega das chaves.

A dona da imobiliária que leva seu nome, Miriam Dayrell, lembra que, há alguns anos, o mercado de Belo Horizonte era desconhecido e não tão procurado. “Hoje temos jovens corretores com retiradas mensais de R$ 4.000 a R$ 5.000, mas um corretor top ganha R$ 30 mil”, conta Miriam, que destaca a dedicação, a disponibilidade e o registro no Creci como essenciais.

Para o diretor do Creci-MG, Vinícius Ângelo, a continuidade do bom momento do mercado depende da manutenção de linhas de crédito com juros reduzidos.

Até médico está virando consultor
O diretor de negócios corporativos da GPO Netimóveis, Marcelo da Costa Borges, 44, não revela o salário, mas garante que o corretor especializado, com pelo menos cinco anos de profissão, ultrapassa ganhos de R$ 20 mil mensais. “Eu mexia com o mercado de moda”, conta Marcelo, há 12 anos no setor imobiliário.

Um “consultor imobiliário”, como ele prefere chamar o corretor, recebe , em média, de R$ 5.000 a R$ 6.000 mensais.

Os ganhos já estão seduzindo profissionais de várias áreas. “Recebemos currículos todos os dias. Tem engenheiro, médico, dentista, advogado, gerente de banco, arquiteto e psicólogo”, informa Marcelo, que admite estar difícil encontrar profissional preparado.

Ganhos
O corretor da Millenium Imóveis Ítalo Felipe Oliveira, 22, vai assumir, ainda neste mês, a gerência de vendas da imobiliária, no bairro Ouro Preto.

Com apenas um ano e três meses de atividade, Ítalo já conseguiu ganhos de R$ 12 mil, com a venda de quatro imóveis em fevereiro. “Já tinha amigos que atuavam na área, vi que era um ramo interessante”, disse ele, que, em janeiro, obteve ganhos de R$ 4.000.

Ítalo admite que a profissão não é fácil. “Já vi corretor entrar e ficar seis meses sem vender”, conta. Ele aconselha muita dedicação, sem horário fixo de jornada. “Você é o dono do seu trabalho, tem que ter disciplina”, disse. Para ele, está faltando corretor, mas não há lugar para aventureiros.
Fonte:Notícias do Mercado Imobiliário, em 19/03/11 – Sindmóveis-MG

Anúncios

One thought on “Mercado de imóveis sente falta de profissionais qualificados para a função

Nos ajude a fazer o melhor. Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s