O que eu penso sobre os SÓCIOS


noticia_73725

 

Manter uma sociedade empresarial é o último estágio da relação de trabalho entre duas ou mais pessoas. É uma experiência de divisão de sonhos e desafios que praticamente não possui limites. É mesmo um ”casamento”. tão difícil de se manter que todos nós nos perdemos de vez em quando no caminho. E, no meu entender, o primeiro desvio perigoso ocorre quando deixamos a chama sonhadora do momento criador da relação evoluir para uma simples e tediosa divisão de tarefas. Quando, na verdade, deveríamos evoluir em direção ao compartilhamento de sentimentos e a intimidade entre os envolvidos em prol de um único objetivo: O sucesso do negócio.

Outro agravante é o velho, mas importante, clichê de casais apaixonados “não gosto apenas de você, mas de quem eu me torno ao seu lado”. Algumas sociedades, assim como relacionamentos amorosos, acabam buscando a satisfação e realização apenas entre si. Desejando, ambos os lados, que a única fonte satisfação profissional venha do “parceiro”. Essa é a receita para se implodir uma relação. Uma sociedade não é só o que sócios fazem juntos, mas o que eles permitem/incentivam/habilitam que seja feito com outras pessoas.Já vi muitos casos em que os sócios se preocupam mais com que o outro está deixando de fazer do que com as suas próprias contribuições para o negócio, começam a pensar que estão trabalhando mais do que o outro, ou seja ” amando mais que o parceiro”. Numa sociedade é importante saber que não existe ” amor maior ou menor”, a contribuição de cada um é medida pelos resultados, não só em vendas, mas, em outras áreas que nem sempre são mensuráveis e portanto nem sempre aparecem em planilhas de cálculos.

Além disso tudo, essa espera pela contribuição perfeita do sócio acaba cegando os sócios das oportunidades contidas na “deficiência” do parceiro, culminando em um sentimento de “eu estou junto, mas continuo sozinho”. O conflito e as falhas são importantes para que todos se desenvolvam como pessoas e profissionais e devem ser saboreadas, conversadas, expostas e resolvidas. Afinal de contas, o que importa mesmo é o processo de crescimento e a experiência, ou seja DISCUTIR A RELAÇÃO é e sempre será a forma mais produtiva de se manter um casamento, mas, é preciso que além de apontar onde cada um precisa melhorar, cada um precisa de fato estar disposto a crescer junto, evoluir junto.

Várias vezes na minha vida, presenciei casais que se separaram por que um estudou mais do que o outro, se formou, arrumou melhores oportunidades, novas amizades, enquanto a outra parte estacionou no tempo, já não tinha assunto novo para falar, passou a se anular e como consequência deixando de contribuir para o crescimento do outro e desta forma se sentindo muitas vezes esquecida ou em outras menosprezada.

Sendo assim, gostaria de fechar esse artigo convidando todos os sócios que leem o COMPRE NA PLANTA  conversarem cara-a-cara honestamente sobre seus sentimentos, aflições e inseguranças e deixem a velha lista de tarefas de lado, entendendo que um casamento não é feito de tarefas e sim de contribuições. Nem sempre o que é tarefa de um, não pode ser executado pelo outro. O que de fato não se pode confundir é contribuição com deveres, que na maioria das vezes acaba sendo visto como exploração e acomodação por uma das partes…

Pense nisso e seja feliz para sempre na difícil tarefa de dividir seus sonhos…e cito ainda a frase memorável de RAUL SEIXAS:

” SONHO QUE SE SONHA SÓ É SÓ UM SONHO SÓ…MAS SONHO QUE SE SONHA JUNTO É REALIDADE…”

Por Paulo Henrique

Colaborador  para realização de sonhos no mercado imobiliário!

 

Anúncios

Nos ajude a fazer o melhor. Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s