Imóvel ‘AA’ têm seis vagas para carros


Apartamentos de mais de R$ 4 milhões comportam dez unidades do Minha Casa Minha Vida

Só a varanda e a sala do Saint Paul de Vence, lançamento da Conartes, no Belvedere, terão 150m²

A cada cinco apartamentos vendidos em Belo Horizonte no ano passado, um custou mais de R$ 500 mil. Segundo estudo do mercado imobiliário do Sindicato da Indústria da Construção Civil de Minas Gerais (Sinduscon-MG), de um total de 2.716 imóveis novos comercializados, 570 unidades estavam nessa faixa de preço.

Dentro desse segmento, um nicho de alto luxo se consolida na capital e as construtoras apostam em verdadeiras mansões suspensas, com muito luxo e alta tecnologia, distribuídas em mais de 500 m², a partir de R$ 4 milhões.

Num espaço como esse, caberiam pelo menos dez apartamentos populares, com a medida-padrão do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida.

Os lançamentos de alto luxo estão concentrados no Belvedere, região Centro-Sul da capital, e em Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte.

É no Vale do Sereno, por exemplo, que a EPO Engenharia está construindo o Residencial Sol, com 21 unidades. Pela bagatela de R$ 4,3 milhões, é possível comprar um imóvel de 576 m², com quatro suítes, sendo uma principal, com dois closets e dois banheiros. Há dois anos, ele foi vendido na planta por R$ 3,6 milhões – ou seja, valorizou 20%. Para quem precisa de mais espaço, a cobertura, de 1.100 m², ainda está à venda, por cerca de R$ 8,5 milhões.

Seis vagas na garagem. Quadras de tênis, squash, área de lazer e espaço gourmet já são itens obrigatórios nesse tipo de produto imobiliário. Mas ainda dá para inovar. “Cada apartamento do Sol terá cinco vagas na garagem e uma na porta do apartamento, onde o morador vai estacionar subindo em um elevador para carros”, explica o gerente comercial da EPO, Marcelo Carvalho.

No Belvedere, a Conartes vai construir o edifício Saint Paul de Vence. Os apartamentos terão 503 m² e custarão R$ 5,2 milhões. Só a varanda e a sala têm, juntas, 150 m² – três apartamentos populares. A cobertura, já vendida, terá 1.233 m².

A PHV Engenharia está construindo o residencial Os Inconfidentes, no Vale do Sereno. São duas torres (Bárbara Heliodora e Marília de Dirceu), com 22 apartamentos cada, com áreas a partir de 280 m² e preço a partir de R$ 2,5 milhões. As duas coberturas ainda estão disponíveis e custam R$ 4,5 milhões.

“Quem busca um imóvel AA quer morar nele, não são investidores”, afirma o diretor de desenvolvimento da PHV, Marcos Paulo Alves de Sousa.

Fonte: O TEMPO – ECONOMIA

Anúncios

Nos ajude a fazer o melhor. Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s