10 DICAS ÚTEIS PARA ESCOLHER CORTINAS


Estava procurando na internet algumas dicas para ajudar minha esposa na escolha de cortinas para a nossa casa e encontrei o blog da Natália Noleto muito bom e ajudou bastante por isso resolvi postar aqui no nosso blog o artigo a seguir:

Oi pessoal!! Recebi alguns emails sobre dúvidas de como escolher cortinas. As maiores perguntas foram sobre cortinas em quartos e salas. Como o mercado apresenta vários tipos de tecidos e diversas opções de cores, é realmente uma tarefa bem difícil para escolher e falar: é esta a cortina ideal!  Bom, mas antes da compra da cortina é preciso saber alguns truques. Espero ajudar vocês.

(fonte: arquivo pessoal)

O mercado é cruel! Olha quanto tecido lindo por ai!

Dica 1- Medir bem a largura e altura da janela. Eu sempre sugiro uma folga de tecido para a cortina ficar bem cheia e não faltar pano nas laterais. Exemplo: Se a janela tem a largura de 3 metros, pode deixar uma folga de 20 cm para cada lado. Peça sempre esta folga para as empresas que forem instalar as cortinas.

 

Dica 2- Utilizar o gesso como elemento para esconder o trilho da cortina. Sendo este um ítem pensado ainda em obra, mas garante um ótimo acabamento no ambiente. É o que nós arquitetos chamamos de Cortineiro. Que é um acabamento com largura e rebaixo do gesso de aproximadamente 15 cm, onde o trilho da cortina fica embutido. O cortineiro é bem vindo para muitos ambientes como quarto, sala, cozinha…

(fonte: arquivo pessoal)

 

Projeto Arquiteta Natalia Noleto

Acima, uma imagem de cortineiro onde o trilho está preso na laje e fica escondido pelo gesso.

 

Dica 3- Atenção para luminosidade das laterais das janelas. Caso a janela seja da mesma extensão do ambiente, às vezes fica difícil controlar a quantidade de luz nas laterais. Neste caso, uma barra em gesso pode atuar como uma proteção e bloquear a luz lateral do ambiente. Uma barra de 10 cm já soluciona o problema. Este problema também ocorre  às vezes em persianas tipo rolô, painel e romana.

(fonte: arquivo pessoal)

Projeto Arquiteta Natalia Noleto, uma solução simples e barata.

(fonte: arquivo pessoal)

Quarto de Criança, Casa Cor Brasília 2012.

Mesma solução da barra em gesso lateral. Aqui a arquiteta utilizou a barra de gesso como uma moldura para toda a janela, garantindo o fechamento da luminosidade do ambiente.

 

Dica 4 – Saber se sua janela tem muita incidência de luz, ou seja, se entra muito sol. Neste caso, será preciso pensar em um bloqueio solar, utilizando mais de uma camada  de tecido para obter um bom resultado. Normalmente, um forro grosso como o black-out é o ideal para compor a primeira camada. Hoje temos opções para black-out com tecidos mais elaborados e mais leves.  Eu sempre recomendo black-out para quartos,pois ajuda na qualidade do sono, deixando o ambiente mais escuro e fresco.

 

(fonte: arquivo pessoal)

Este é um black out com acabamento em tecido. O próprio black out já cria uma composição interessante

Dica 5 –  A segunda camada da cortina pode ser um tecido mais leve e decorativo, sendo aqui a melhor parte. Neste caso pode ser um tecido voil, renda, seda, palha, linho…Tudo vai depender dos elementos presentes no ambiente.

(fonte: arquivo pessoal)

Olha esse tecido que legal! Pode ficar muito interessante, até mesmo com um black out como primeira camada.

 

Dica 6- Utilizar Varões como acabamento. Uma das sustentações mais práticas e fáceis, pois o varão é fixado direto na parede e pode ser encontrado em diversos acabamento como: cromado, madeira e pintado com tintas. Neste caso, para obter o tamanho certo do varão tire a medida da janela e deixe uma folga de aproximadamente 20 cm de cada lado. Assim, o tecido da cortina não fica muito justo e facilita o fechamento.

(fonte: arquivo pessoal)

 

Dica 8-  Cortinas para salas os tecidos podem ser mais leves e transparentes como microfibra, voil, seda, renda, cambraia.. E também modelos como rolô, romana e painel são ótimas opções para deixar a sala mais moderna.

Painel de madeira + Cortina. Sala de Débora Aguiar.

Dica 9-  Cortinas para sala de home theater  devem ser mais pesadas e escuras, para controlar a luminosidade, como as sarjas, crepes e veludos. E persianas motorizadas para salas mais modernas e que possa ter um maior investimento financeiro.

Home theater com janelas que possuem fechamento todo em cortinas com trilho embutido no cortineiro. Projeto Débora Aguiar.

 

 

Dica 10- Cores, composição e texturas. Este talvez seja o ítem mais difícil pois requer bom gosto e criatividade. Cores mais neutras são mais atemporais, e não enjoando tanto. As texturas e cores vivas são opções mais ousadas e podem dar um charme a mais no espaço.  Na verdade, não existe uma regra específica e por isso recomendo uma orientação de um arquiteto ou profissional de interiores para quem não tiver muita certeza. E para isto também estou aqui.

(fonte: arquivo pessoal)

Do blog http://www.natalianoleto.com.br

 

Anúncios

Nos ajude a fazer o melhor. Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s