Comprador deve investigar


Comprador deve investigar bem o imóvel e construtora para não ter problemas com o negócio.Antes de comprar imóvel usado ou na planta, é fundamental levantar todas as informações para que a decisão seja a mais acertada

comprador

 

Metragem adequada, divisão dos cômodos ideal, acabamento de qualidade e um preço que cabe no orçamento. Essas são as principais preocupações de quem está em busca da casa própria, seja ela usada ou ainda na planta. Claro que são questões fundamentais para bater o martelo, mas certamente não são as únicas. Para se respaldar ao máximo e ter o maior volume de informações para tomar a decisão mais acertada possível, o futuro proprietário deve estar disposto a fazer um verdadeiro trabalho de detetive.

As investigações referentes ao imóvel na planta começam com a construtora,comprador2 mas passam também pelo engenheiro responsável pela obra. “É importante verificar na placa colocada no empreendimento quem é o profissional responsável e verificar junto ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) se há algum processo em nome dessa pessoa”, orienta Frederico Correia Lima, presidente do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia de Minas Gerais (Ibape-MG). Os órgãos de defesa do consumidor, como o Procon, podem ser uma boa fonte para verificar a idoneidade da construtora e apurar os principais problemas envolvendo seus negócios.

CRITERIOSAS

Quando se trata de um apartamento ou casa já usados, as pesquisas devem ser ainda mais criteriosas. “A começar pela documentação. Somente se o atual proprietário tiver o registro é que ele poderá transmitir o seu domínio”, alerta Paulo Tavares, presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Minas Gerais (Creci-MG). A certidão atualizada de ônus é importante para verificar se o imóvel está desembaraçado. “Débito de IPTU e até dívidas com o condomínio devem ser questionadas. Se houver dívida passada, o atual proprietário irá herdá-las”, lembra Paulo. Cuidados que devem ser tomados principalmente nos casos em que a operação está sendo realizada sem a intermediação de um corretor, já que esse profissional checa toda a papelada antes de anunciar o imóvel.

Verificada a possibilidade de realização do negócio, é hora de checar algumas variáveis que podem ser fundamentais para garantir o bem-estar da família no novo endereço. “Cada um dos sistemas, seja ele elétrico, hidráulico e até de revestimento, tem uma vida útil. Dependendo da idade do imóvel e do tipo de material utilizado, pode haver a necessidade de uma manutenção grande no futuro, e a pessoa não sabe na hora em que compra”, observa Frederico. São informações importantes não apenas para a tomada de decisão, como também para a negociação. “Ele terá uma noção real dos riscos que está correndo e poderá utilizar essas informações, inclusive, para negociar o valor fixado”, aconselha o especialista. Trincas, vazamentos, infiltrações, entre outros vícios da obra também devem ser observados.

Consultar os vizinhos pode fazer a diferença. “Eles poderão dizer se há algum problema com o prédio, alertar sobre algum vício oculto, como vazamento, trincas, entre outras questões”, observa Paulo. As principais regras do condomínio, os moradores mais problemáticos, questões de ruído e até de segurança no bairro também podem ser verificados em uma conversa rápida com os futuros vizinhos.
Fonte: Paula Takahashi – Estado de Minas
Anúncios

Nos ajude a fazer o melhor. Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s