Condomínios fechados no Vetor Norte


condomínio fechado

Condomínios fechados no Vetor Norte trazem preços acessíveis e opções de luxo.

Com mercado saturado na Região Sul, construtoras investem em imóveis de alto padrão a preços que variam entre R$ 250.000 a R$ 450.000,00

Foi-se o tempo em que comprar casa em um condomínio fechado era um sonho permitido apenas à classe A . Hoje, quem compra um lote ou imóvel em um empreendimento deste porte quer mais segurança e qualidade de vida, mas não necessariamente, desembolsar uma grande quantidade de dinheiro. “Comprar casa em um condomínio é mais barato que investir em uma casa igual dentro da cidade”, garante Leonardo de Bessa Matos, da CMI/Secovi-MG. A notícia fica ainda melhor para quem planeja comprar um imóvel no Vetor Norte. Segundo José Júnior Bosco, gerente comercial da Direcional Engenharia/Regional Minas, o metro quadrado na região é muito mais em conta que em outras áreas da capital.

“Diferentemente de outras regiões de Belo Horizonte, o Vetor Norte ainda oferece terrenos de qualidade que proporcionam capacidade de planejamento. São terrenos grandes, virgens, que muitas vezes pertenceram a famílias tradicionais da região. Ali, você ainda consegue comprar terrenos de 10 mil metros quadrados, onde são construídos, no máximo, dois ou três prédios. Na Região Sul, a cada 360 metros quadrados de lote, um prédio é construído”, explica.

Quando chegou a Minas Gerais, depois de surgir em São Paulo, o conceito de condomínios fechados começou primeiro em Belo Horizonte, há cerca de 30 anos e explorou, principalmente a Região Sul. O Retiro das Pedras e o Morro do Chapéu foram precursores do modelo na capital. Com o passar dos anos e com o inchaço nos grandes centros, novos condomínios foram se difundindo para outras regiões e também cidades vizinhas, como Esmeraldas, Betim, Contagem, Mateus Leme, Igarapé, Santa Luzia, Pedro Leopoldo e Vespasiano. Mas foi a partir da melhoria da infraestrutura da Região Norte, que o mercado imobiliário ganhou forças.

Hoje, com a facilidade de acesso proporcionada pela Linha Verde e uma série de projetos governamentais direcionados para a região, o Vetor Norte tornou-se uma oportunidade preciosa para quem quer investir. Com preços que variam entre R$ 250.000 e R$ 450.000,00, as ofertas de apartamentos em condomínios fechados na região inclui alto padrão de engenharia e arquitetura, além de opções de lazer e estrutura completa de segurança. Uma espécie de conforto impossível de ser obtida pelo mesmo preço dentro da cidade, segundo Bosco.

Opções de luxo, como o deck molhado, são mais fáceis de serem implantadas e mantidas em condomínios verticalizados

“A novidade dos condomínios verticalizados é que eles são construídos em terrenos maiores, mas com a mesma concepção dos condomínios fechados: todos eles têm acesso restrito, guaritas de segurança e ainda mais opções de lazer”, explica. É o caso do novo Way Planalto Residence, que tem opções de apartamentos com 1, 2 ou 3 quartos e terá churrasqueira, piscina adulta e infantil, playground, solarium, deck molhado, salão de festas com varanda, praça e bicicletário. “A vantagem de investir neste tipo de empreendimento, é poder diminuir os custos de manutenção. Como o número de pessoas vivendo ali é maior, a área de lazer também tem que ser maior, para atender o volume de pessoas. Assim, são condomínios mais bem elaborados em questões de paisagismo, estrutura e lazer”, conclui Bosco.

Primeira moradia ou segunda moradia

Antes de optar pela compra de um imóvel, no entanto, é preciso ter certeza da relação que será estabelecida com a moradia. “É necessário saber se a pessoa que mora ali terá que se deslocar muito para cumprir suas atividades diárias ou se irá usufruir do local como uma casa de campo, por exemplo”, aconselha Leonardo Matos. No primeiro caso, antes de decidir pela compra, a dica é pesquisar a infraestrutura ao redor, como a facilidade de transporte e acesso, a distância até um centro comercial com supermercados, farmácias e assistência médica, além da proximidade com escolas e o local de trabalho.

“A Região Norte é o novo alvo de crescimento de BH. É a intenção do governo estadual, da prefeitura, gerar novas oportunidades para essa região”, prevê Bosco. Para ele, quando existe esse planejamento, a migração de novas moradias é apenas consequência.

Por: Alessandra Alves – Mais vetor norte

Anúncios

Nos ajude a fazer o melhor. Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s