Self Storage é uma atividade crescente no setor imobiliário


SELF STORAGE

Self Storage é uma atividade crescente no setor imobiliário

A verticalização das cidades e a tendência do mercado imobiliário por imóveis cada vez mais enxutos têm deixado muitas pessoas de cabelos em pé, especialmente aquelas que, ao longo dos anos, acumularam móveis de¬mais dentro de casa. O problema piora em uma reforma e, principalmente, em uma mudança para um espaço menor, quando a área para o armazenamento dos bens é reduzida ou inexistente.
A aposentada Zeni de Lima Soares, de 71 anos, é uma que conhece bem essa realidade. Em sua última mudança teve que se desfazer de móveis, eletro¬domésticos e itens pessoais por não possuir espaço em sua nova residência. “Mu¬dei para uma casa menor e tive que doar muitas coisas que havia acumulado. Além dos móveis, eu também tinha objetos de valor pessoal que não ficavam bem no novo ambiente. As doações ajudaram muitas pessoas, mas às vezes sabe que eu ainda me pego pro¬curando alguns itens pela casa?”, diz cheia de humor.

Self Storage é uma atividade crescente no setor imobiliário

Para contornar problemas como este, algumas empresas em São Paulo começaram a locar boxes autônomos, prática comum no exterior, http://www.metrofit.com.br o self-storage. A prática que em tradução livre significa ‘guarde você mesmo’, permite que o proprietário de móveis, eletro¬domésticos e outros bens armazene seus itens em um boxe seguro e bem cuidado.
A contratação dos boxes funciona como um aluguel: o cliente paga uma quantia mensal pelo espaço e pode acessá-lo sem¬pre. Na MetroFit, empresa de self storage na capital paulista, o custo médio é de R$ 75 por metro quadrado. “Temos boxes de 1 m2 a 50 m2. Muitas pessoas alugam o espaço para guardar pranchas de surfe, bicicletas e até motos”, diz o CEO da empresa, Hans Peter Scholl.
E não pense você que para guardar as coisas seja preciso muito espaço. Em uma área de 7 m2, por exemplo, é possível armazenar uma cama de casal, sofá, geladeira, fogão, má¬quina de lavar e até um rack. “As pessoas nem sem-pre sabem a dimensão correta do espaço que pre¬cisarão. Para um armazenamento como este, por exemplo, o custo costuma ser de cerca de R$ 700 por mês”, diz Victor Teixeira da Silva, gerente da MetroFit.

Como funciona
Escolhida a metragem e definido o seguro dos bens, o interessado assina um contra¬to que pode ter tempo de¬terminado ou não. “Ele recebe um código de acesso para o portão principal e pode ir de carro até o boxe contratado. Lá, pode insta¬lar cadeados de sua preferência para ter certeza que apenas ele acessará o lo¬cal e ninguém mexerá nos seus bens”, detalha Scholl
Escolha certa
Saiba quais itens observar antes de fechar um contrato de self storage.

? Limpeza
Ao conhecer o espaço, verifique se o local é limpo e possui boas instalações.

? Controle de pragas
Para evitar surpresas e danos aos móveis, verifique se o local é dedetizado com frequência e se a dedetização é realizada também no interior dos boxes.

? Ventilação sempre
Locais fechados, sem ventilação e iluminação podem trazer mofo aos seus móveis, por isso cheque se as instalações possuem janelas ou sistema de ar-condicionado.

? Segurança
Tenha certeza de que o local onde seus pertences estão armazenados é constantemente monitorado e seguro.

Fonte: Eliane Quinália
Editora do Primeira Mão

Mais informações sobre SELF STORAGE : www.metrofit.com.br

Viviane Arnaldi
Diretora Geral
V2 Comunicação
55 11 5083-7447
55 11 98111-0173

About PH Consultoria

Autor do Blog

Posted on 12/01/2015, in Artigos. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: