CRISE HÍDRICA (Falta d’água)!!!


CRISE HÍDRICA

CRISE HÍDRICA (Falta d’água)

Estamos atravessando uma das piores crises hídricas, ( falta d’água ) já vividas, não só no estado como no país. Óbvio que as pessoas se perguntam: “ Como pode, se TODO dia chove e alaga tudo, vários bairros e regiões são afetados, como pode estar faltando água ”???

A resposta é simples e também óbvia: FALTA DE UMA ESTRUTURA GOVERNAMENTAL VOLTADA AO MEIO AMBIENTE E INFRA-ESTRUTURA NA GESTÃO DE POLÍTICA DAS ÁGUAS.

Mas, o que significa tudo isso? Nada mais do que dizer: Os nossos governos deixaram a questão do investimento em áreas de preservação ambiental. Não está se dando a devida atenção à questão. Podemos citar como causas do atual cenário, o desmatamento na Amazônia, que teria alterado o regime de chuvas no Centro-Sul do país. Uma outra causa, seria o abrandamento das regras de proteção florestal nas margens de rios, chancelada pelo novo Código Florestal.

Algumas medidas já deveriam ter sido tomadas anteriormente por governantes e gestores de assuntos hídricos. Medidas como por exemplo, a inclusão da sociedade nos comitês que geram as bacias hidrográficas, uma cobrança pelo uso da água de todos os usuários, especialmente os agricultores, que atualmente são isentos de custos, grupo esse, responsável por 80% do consumo de água no país.

Mas, quando se trata desse assunto, ( cobrança pelo uso de água na agricultura ), a bancada ruralista é definitivamente contra, o que prejudica qualquer política de água que o Brasil tenha.

Percebam que as secas acontecem há muito tempo, o que está havendo de fato é um espaçamento menor dos intervalos entre uma e outra. A evapotranspiração, ( fenômeno onde a água é lançada na atmosfera pelas árvores ), da Amazônia diminuiu drasticamente. Essa água precipitava no centro-Oeste, no Sul e no Sudeste. Entretanto, isso modificou o regime de chuvas, mudou o regime de ventos e influenciou no regime de umidade.

É evidente que estamos passando por uma crise muito grande. Quando se fala de clima, alguns chegam a pensar que isso é coisa de Deus e que talvez seja algum tipo de castigo, enfim…! Longe de enveredarmos pelo caminho religioso estamos falando de coisas práticas que dependem de nós: Erosão, manejo de solo.

A Mata Atlântica, que só tem 8% da área original, não conta com uma ação mais enérgica do governo, o desmatamento continua ocorrendo, 80% da madeira que sai do Brasil é ilegal.

“ Sim, mas o que isso tudo tem à ver com a falta de água? ”. CRISE HÍDRICA

Basta analisarmos a questão e veremos que está tudo ligado ao assunto, as chuvas em todas as regiões do Brasil são influenciadas diretamente pelo clima da Amazônia e outras razões técnicas não cabíveis de discussão aqui.

O que importa dizer é que se MEDIDAS imediatas não forem adotadas URGENTEMENTE, em breve estaremos diante de uma situação muito pior do que a atual. Talvez, uma medida que por muitos seja criticada, porém, é de extrema importância na atual conjuntura, seja de fato um racionamento ordenado, calculado, programado.

Em seguida, deve-se começar um trabalho de infraestrutura para captação e tratamento de águas para o próximo ano 2016, caso contrário, corremos o sério risco de chegarmos á ele com o dobro dos problemas enfrentados hoje.

O assunto é extenso e poderíamos ficar por dias, trocando informações e buscando soluções. Em matéria publicada pelo portal G1, a SABESP manifestou-se da seguinte forma:

“ A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo ( Sabesp ) divulgou no final da tarde desta segunda-feira ( 26 ), cerca de um ano após o início da crise hídrica, os horários em que ocorre a redução de pressão da água nos bairros da capital paulista e Grande São Paulo. Em alguns imóveis, as torneiras chegam a ficar com volume menor ou sem água por 18 horas, como é o caso de Aricanduva, na Zona Leste de São Paulo, que tem restrição das 13h às 7h.”.

CRISE HÍDRICA?

Portanto, para nós contribuintes, a palavra é ECONOMIZAR água, fazer a nossa parte e esperar que façam à deles!!!  

Por: Elenilson Nunes

About PH Consultoria

Autor do Blog

Posted on 28/01/2015, in Artigos. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: